sábado, 28 de fevereiro de 2009


Você sabe o que fazer para a sua criança ter sempre um sorriso bonito, com dentes fortes e saudáveis?


• Amamentar ao seio é a primeira e melhor forma de estimular o bom desenvolvimento dos dentes e da face.

• Quando aparecerem os primeiros dentes da frente, a sua limpeza deve ser feita com um tecido macio e limpo, umedecido em água limpa.

• Quando surgirem os outros dentes de leite, a limpeza já pode ser feita com uma escova de dente macia e sem pasta de dente, apenas molhada em água limpa.

• Os dentes devem ser limpos após a ingestão de alimentos e de medicamentos.

• Evite adoçar os alimentos ou oferecer balas, doces e guloseimas no intervalo das refeições, pois eles facilitam o aparecimento de cáries. Se não for possível evitar, escove os dentes das crianças após comerem esses alimentos.

• Aos 3anos de idade, a dentição de leite se completa com 20 dentes.

ATENÇÃO! O tubo da pasta de dentes deve ser guardado fora do alcance da criança, pois não se deve engolir o flúor que existe nela.

• A partir de 4anos de idade, quando a criança já for capaz de cuspir toda a pasta de dentes após a escovação, pode-se colocar uma pequena quantidade (tamanho de um grão de arroz) na escova dental.

• Dos 3aos 7 anos de idade, após a escovação pela criança, um adulto deve completar a limpeza dos dentes.

• Entre 6e 8anos, inicia-se a troca dos dentes de leite pelos dentes permanentes, que se completa ao redor dos 12anos de idade.

• Discuta as suas dúvidas sobre os cuidados com os dentes da sua criança com os profissionais de saúde que a estão acompanhando.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Nutri nutrientes

Para falar de alimentação, temos que falar em nutrientes.
Mas o que são nutrientes?
São substâncias que compõem os alimentos e que o organismo precisa para viver, para manter a saúde e executar suas atividades. Os nutrientes orgânicos incluem carboidratos, gorduras e proteínas (ou outros elementos construtores, como os aminoácidos). Os compostos químicos inorgânicos incluem os minerais, vitaminas e água. Os nutrientes são essenciais para o perfeito funcionamento do organismo e todos os que não podem ser sintetizados pelo próprio organismo têm de ser obtidos de fontes externas. Os nutrientes necessários em grandes quantidades são denominados por “macronutrientes” e os necessários em pequenas quantidades por “micronutrientes”.
E o que eles fazem? Fornecem energia para trabalhar, praticar esportes, para o funcionamento dos órgãos, materiais para promover crescimento, cicatrização de feridas, substituição das células envelhecidas etc. Tem-se, então:

Proteínas: são construtoras. São como tijolos de uma casa. As proteínas estão envolvidas na formação de músculos, pele, unhas cabelos, etc. Podemos encontrá-las em maior quantidade em carnes em geral, leites e derivados (origem animal) e leguminosas, como soja, feijão, grão de bico, lentilha etc. (origem vegetal).






Carboidratos: são energéticos, pois fornecem energia para o corpo se movimentar, executar trabalhos e viver. Fontes: açúcar, cereais, amido e fibras.


Gorduras: uma fonte concentrada de energia que pode ser armazenada. Se o gasto de energia for grande, ela vai ser queimada. Se, ao contrário, comemos uma certa quantidade de gordura que não é gasta, o organismo guarda e armazena na forma de tecido adiposo e quando faltar energia, o organismo busca os excessos acumulados. Necessitamos de gorduras. Não é certo ter uma alimentação “zero”. Afinal, elas são imprescindíveis em alguns processos bioquímicos do corpo, por exemplo, na produção de certos hormônios. Outra função dessas substâncias é dar sabor e textura aos alimentos. São encontradas na gema de ovo, pele de frango, frutos do mar, coco, creme de leite, óleos e margarinas etc.




No Blog Saúde em Foco, confira algumas informações sobre os sais minerais.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

IMC não é o suficiente.


Estava tranquila em minha casa num dia de domingo à noite e do nada meu pai aparece louco atrás de uma calculadora. Fui ver o que era e me deparei com: "Como saber se vc está com excesso de peso?" RESPOSTA: "Fazendo seu IMC". E lá foram meu pai, minha mãe e irmão calcular o famoso Índice de Massa Corporal. E como era de se esperar, todos ficaram pasmos com o resultado do meu irmão que tem 13anos, 1.77m de altura e 53 Kg: 16,90 Kg/m², isto é, magreza grau II ou desnutrição grau II. Nisso, minha mãe já ficou desorientada querendo que eu fizesse uma dieta para ele engordar e tudo mais.....

PÁRA TUDO!! Vamos esclarecer o por quê disso...

O IMC, é um cálculo realizado para conferir se seu peso está adequado pra sua altura. No entanto, somente este parâmetro não basta, porque o IMC não especifica se a massa corporal é gorda ou magra, tampouco a saúde da pessoa. Por exemplo, o IMC de um fisioculturista concerteza terá resultado de sobrepeso e obesidade, porque grande parte do peso dele é composto por músculos. O caso do meu irmão também é um bom exemplo, porque não é por ser magro que precisamente ele será desnutrido. Os magrelos podem ser saudáveis! Além disso, outro erro imperdoável nessa matéria foi não divulgar que o IMC convencional NUNCA deve ser aplicado em crianças, adolescentes e idosos. Há uma tabela própria para estas faixas etárias.

Muitos especialistas em saúde dizem que a porcentagem de gordura corpórea é um indicador melhor da situação do peso do que o IMC. Mas a gordura corporal nem sempre é tão fácil, ou tão barata, de ser medida. Testes como medidas de dobras cutâneas (nos quais o técnico pinça uma dobra da pele para medir a camada de gordura subcutânea sob ela), absormetria radiológica de dupla energia (DEXA, que mede a densidade óssea) ou impedância bioelétrica (que mede a oposição a um fluxo de corrente elétrica através do corpo, a impedância é baixa em tecido magro e alta em tecido gorduroso) são mais precisos, mas devem ser feitas somente por profissionais treinados. Caso você tenha curiosidade de descubrir como está sua saúde nutricional, faça uma avaliação física com um profissional adequado, seja ele educador físico ou nutricionista, e de acordo com o resultado procure um nutricionista.


domingo, 8 de fevereiro de 2009

Simples assim!

video

Segundo a legislação vigente em nosso país, a Pirâmide Alimentar é um instrumento, sob a forma gráfica, de orientação da população para uma alimentação mais saudável". (RDC nº39, de 21 de março de 2001). Ela constitui um guia para uma alimentação saudável, onde você pode escolher os alimentos a consumir, dos quais pode obter todos os nutrientes necessários, e ao mesmo tempo, a quantidade certa de calorias para manter um peso adequado.
Os alimentos dispostos na base da pirâmide devem ter uma participação maior no total de calorias da sua alimentação, ao contrário dos alimentos dispostos no topo da pirâmide, que devem contribuir com a menor parte das calorias de toda a sua alimentação. Cada grupo de alimentos é fonte de nutrientes específicos e essenciais a uma boa manutenção do organismo.

Confira no Portal Nutrição em Foco diversas dicas de nutrição!

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Dietas...todo mundo inventa!


Em busca do corpo dos sonhos, muita gente sai à procura de algum recurso que a ajude a realizá-lo. Daí então, basta comprar uma revista, ligar o computador ou a televisão, que lá vem: dieta daqui, dieta dali, dieta de “não sei o quê”, “emagreça comendo brigadeiro”, e por aí vai...
Fico chocada com tanta coisa sem fundamento! Qualquer um, hoje em dia, que fica 3 dias sem comer direito, pode dizer que descobriu uma dieta infalível que te fará perder 5 quilos em uma semana. Daí então, os olhos daqueles que querem perder uns quilinhos chegam brilham com aquele número, e mesmo que a dieta se chame “Dieta da caneta”, será seguida fielmente.
Dietas da moda apresentam vantagens e desvantagens, mas concerteza as desvantagens pesam mais. É claro que esses métodos acabam por fazer algum efeito, porém são criados sem nenhum respaldo profissional e, apesar de emagrecerem, não fornecem todos os nutrientes necessários para um emagrecimento saudável. Além disso, essas dietas disponíveis em meios de comunicação não são formuladas seguindo as necessidades individuais das pessoas. É tão melhor seguir uma dietinha adaptada às suas necessidades, feita por um especialista na área. Até brigadeiro é possível comer!
Então, fique por dentro das Dietas da Moda que se alastram feito pólvora pelo mundo e confira as vantagens e desvantagens de seguí-las.